Serviços de Saúde: Delegação do sector da Saúde da RAEM visitou duas cidades da Província de Jiangsu: Wuxi e Nanjing

1. Delegação de Macau visitou Centro Inovador da Internet das Coisas na área de Saúde em Wuxi, cidade da Provínica de Jiangsu;

No âmbito das celebrações do 70.º aniversário da fundação da República Popular da China e do 20.º aniversário da reunificação de Macau à Mãe-Pátria, uma delegação o sector da Saúde da RAEM formada pelos Serviços de Saúde e co-organizada pelo Gabinete de Ligação do Governo Popular Central, na RAEM, composta por 55 membros, está desde o dia 27 de Novembro e terminou a 1 de Dezembro, a visitar departamentos de saúde e unidades relacionadas em duas Províncias de Jiangsu e Zhejiang. Após a conclusão dos dois dias de visitas na Província de Zhejiang, os membros da delegação continuaram a viagem na Província de Jiangsu.

A delegação visitou o Centro Inovador da Internet das Coisas na área de Saúde em Wuxi, uma cidade da Província de Jiangsu. Quase 30 parceiros interdisciplinares deste Centro lançaram vários projectos inovadores sobre o diagnóstico e tratamento de doenças. Aqui são aplicadas oitos medidas, tais como, elevada quantidade dos dados médicos da comunidade médica entre cidade e aldeias, rastreio precoce de doenças graves, rede de serviços de urgência ao nível de província e regiões, integração de diagnóstico e tratamento entre província e aldeias, rede de gestão de doenças crónicas em nível de província e regiões, gerador de saúde, ajuda a pobres nas áreas dos cuidados de saúde, formação de médicos básicos, para alcançar a comunidade médica inteligente. Também foi estabelecido o Centro de Gestão de Doenças Crónicas na Comunidade Inteligente, ou seja, através da inteligência artificial e efectuada a gestão de enormes dados médicos, Internet e Internet das Coisas (em inglês: Internet of Things) para fornecer aos residentes uma experiência abrangente na área de prevenção de doenças, tratamento de doenças, encaminhamento para o diagnóstico, tratamento de reabilitação, enfermagem domiciliar formando, deste modo, um sistema de serviço de inteligência artificial para gestão de doentes dentro e fora do hospital e encaminhamentos para o diagnóstico. Tudo isto significa-se que é criado um ecossistema médico inovador com a prioridade focada nos interesses dos doentes, apoiando-os na obtenção uma gestão mais fácil e precisa da doença. A delegação percebeu profundamente que a Internet das coisas na área de saúde tem tido grandes progressos nos últimos anos. Com o aumento da quantidade de dispositivos médicos conectados e o avanço na capacidade de acesso e transmissão do sistema, a actividade médica será completamente reformada. O Director dos Serviços de Saúde da RAEM, Dr. Lei Chin Ion, disse que a Internet das Coisas na área de saúde pode monitorizar oportunamente o estado de saúde dos doentes, ajustar o comportamento dos doentes, simplificar os processos clínicos e de processamento de informações e não apenas melhorar a velocidade e a precisão do diagnóstico e tratamento, mas também optimizar a comunicação interna e externa entre os médicos, os doentes e as instituições médicas. Dr. Lei acrescentou que, por sua vez, o projecto inovador da integração de diagnóstico e tratamento através da Internet das Coisas na área de saúde tem uma referência importante para a construção do hospital inteligente em Macau.

A delegação de Macau visitou, ainda, o Hospital Popular da Província de Jiangsu e reuniu com os profissionais de saúde daquele hospital para a troca de experiências. O Director do Hospital Popular da Província de Jiangsu, Dr. Zhao Jun, introduziu que o hospital é a base da pedagogia clínica da Universidade Médica de Nanjing, incluindo uma subunidade, a Primeira Faculdade de Medicina Clínica da Universidade Médica de Nanjing; Este hospital também é uma unidade encomendada pelo Centro de Investigação e Pedagogia da Medicina Clínica da Província de Jiangsu, sendo um modelo para formação padronizado de internos na RPC.

Este Hospital também é uma das primeiras unidades de saúde autorizadas na criação de um banco de espermatozóides de seres humanos e desenvolver a tecnologia de procriação medicamente assistida na RPC. Este Hospital Popular da Província de Jiangsu dispõe de disciplinas-chave nacionais - o Serviço de Doenças Cardiovasculares e o Laboratório Chave Estatal do Ministério da Saúde - para transplantes do fígado entre os doadores vivos, também sendo uma instituição nacional de ensaios clínicos de medicamentos e o Centro Internacional da Audição na China. O novo edifício deste hospital foi inaugurado em 2018 e introduziu o sistema inteligente do hospital, tais como, a ala para enfermaria inteligente como lugar piloto na qual inclui um sistema de telemedicina, sistema de identificação de rosto de seres humanos, robots de serviço médico inteligente, sistema de interacção inteligente de cabeceira, sistema de posicionamento em tempo real do paciente, sistema de posicionamento em tempo real de paciente, sistema inteligente de recolha de sinais vitais, o sistema de atendimento familiar à distância, entre outros equipamentos, fornecendo os serviços humanizados e inteligentes para os doentes, as operações convenientes e inteligentes para os profissionais de saúde e uma plataforma de gestão integrada e inteligente para o hospital. A delegação da RAEM visitou a ala para a enfermaria inteligente, o Serviço de Patologia, os Serviços de Consulta Externas, a farmácia, entre outros departamentos relacionados, para entender mais sobre a aplicação do sistema médico inteligente no trabalho clínico.

Durante a visita, a Presidente da Comissão de Saúde e Higiene da Província de Jiangsu e Secretário do grupo partidário, Dr.a Tan Ying e o Vice-Presidente, Dr. Li Shaodong e o Chefe do Departamento de Saúde Primária, Dr. Jiang Lun, receberam a delegação. Dr.a Tan Ying, a Presidente, declarou que o sistema de cuidados de saúde da Província de Jiangsu está focada na promoção dos serviços médicos de elevada qualidade, na melhoria da capacidade de fornecimento de serviços médicos e fortalecimento da construção de cuidados de saúde básicos. O Governo da Província de Jiangsu e o Governo da Região Administrativa Especial de Macau assinaram um acordo de cooperação para o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa em 2011. Espera‑se que com esta visita possam ser criadas oportunidades de cooperação de alto nível e abrangentes para os cuidados de saúde entre a Província de Jiangsu e Macau.

O Director dos Serviços de Saúde da RAEM, Dr. Lei Chin Ion, afirmou, ainda que objectivo desta visita foi entender a situação mais recente do sistema local de assistência médica e saúde inteligente e recorrer a experiências bem-sucedidas para promover melhor o desenvolvimento dos serviços de cuidados de saúde em Macau.

O Director dos Serviços de Saúde da RAEM espera que no futuro, os Serviços de Saúde possam desenvolver cooperações técnicas e trocas de talentos com todas as instituições de saúde da Província de Jiangsu, promovendo em conjunto o desenvolvimento de actividades profissionais de serviços de saúde nos dois locais.

A delegação de Macau também esteve no Salão Memorial das Vítimas do Massacre de Nanjing onde depositou flores e realizou uma cerimónia de luto. O Director dos Serviços de Saúde da RAEM, Dr. Lei Chin Ion, presidiu à cerimónia e proferiu um discurso de louvor e aludiu que o Dr. Sun Yat-sen iniciou a sua missão de prestação de serviços médicos em Macau, e por outro lado, começou a tomar a decisão de salvar o país enquanto o dinastia “Qing” governava a China, o sector de saúde em Macau naquele momento sempre teve uma boa tradição patriótica. Amar a Mãe-Pátria e amar Macau, tornou-se o conceito de valor convencional, ou seja , os sentimentos nacionais firmes e simples tinham sido herdados e melhorados. Os objectivos principais dessa visita é visitar o Salão de Exposição para comemorar os compatriotas mortos durante a Revolução de 1911 na China, promover o patriotismo, lembrar a história, valorizar a paz e criar o futuro. Após a cerimónia a delegação de Macau visitou a Exposição Histórica do Massacre de Nanjing, o local da sepultura em massa dos compatriotas mortos e o monumento içado no local do Massacre de Nanjing durante o período da invasão pelo exército japonês na China. Os membros da delegação de Macau cantaram o “Elogio da nossa Mãe-Pátria” em frente ao monumento para expressar os seus sentimentos pela Mãe-Pátria. A delegação de Macau também visitou o “Museu de Nanjing” e o “Palácio Presidencial” para entender melhor a história e a cultura do país e aumentar o patriotismo.

Os membros da delegação de Macau expressaram a sua grande honra por serem convidados a participar nesta viagem de estudo que durou 5 dias e que foi frutuosa. Confirmaram que além de aprofundar a sua compreensão sobre o desenvolvimento de cuidados de saúde inteligentes domésticos na China Continental, estavam orgulhosos pelo rápido desenvolvimento da tecnologia médica na Mãe-Pátria. O Director dos Serviços de Saúde, Dr. Lei Chi Ion, afirmou no seu discurso que a aplicação da inteligência artificial na construção médica traz comodidade, serviços mais humanizados e atenciosos aos doentes, e por sua vez, os profissionais de saúde podem fornecer suporte auxiliar clínico mais seguro, mais preciso e mais conveniente por meio de sistemas inteligentes multidirecionais.

Esta medida inteligente também melhorou muito a gestão do hospital, a inovação dos modelos de serviços prestados e a qualidade dos serviços de assistência médica. O Director também esperou que todas as unidades médicas de Macau possam recorrer à experiência bem-sucedida do Interior da China para introduzir em Macau tecnologias e conceitos avançados aprendidos durante esta viagem, de modo a promover o desenvolvimento de cuidados de saúde inteligentes em Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar