Governo da RAEM empenhado em concretizar o Projecto Geral

Gabinete de Comunicação do Conselho de Estado realiza, em Pequim, uma conferência de imprensa, onde será apresentado o desenvolvimento e construção de Hengqin (Ilha da Montanha) e Qianhai. O secretário para a Administração e Justiça, André Cheong, será convidado como representante do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, para estar presente, em videoconferência. (Foto do Gabinete de Comunicação do Conselho de Estado).

O Gabinete de Comunicação do Conselho de Estado realizou, hoje (9 de Setembro), em Pequim, uma conferência de imprensa, para apresentar o ponto da situação do desenvolvimento e construção de Hengqin (Ilha da Montanha) e Qianhai. O secretário para a Administração e Justiça, André Cheong, referiu na conferência que, o Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) irá cooperar com a província de Guangdong na criação de uma conjuntura de “ganhos mútuos”, na concretização plena de diversos projectos e construir e desenvolver em conjunto a Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin.

A conferência de imprensa foi realizada às 15h00, onde o secretário André Cheong assistiu ao evento por convite, em nome do Governo da RAEM, em videoconferência, e respondeu às questões colocadas pelos profissionais da comunicação social. Estiveram ainda presentes, o subdirector da Comissão Nacional para o Desenvolvimento e Reforma e subdirector do Gabinete do Grupo de Líderes para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, Cong Liang, o vice-ministro das Finanças, Xu Hongcai, o vice-governador do Banco da China e director da Administração Estatal de Divisas Estrangeiras, Pan Gongsheng, o subdirector da Administração Geral da Alfândega, Zhou Zhiwu, o membro permanente do Comité Provincial e vice-governador executivo da província de Guangdong, Lin Keqing, o vice-secretário geral do Comité Municipal de Shenzhen e presidente do Município, Tan Weizhong e o secretário para a Administração da Região Administrativa Especial de Hong Kong, John Lee Ka-chiu.

Durante a sua intervenção, o secretário apontou que a divulgação do «Projecto Geral de Construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin» representa um planeamento importante na concretização do espírito decorrente das importantes orientações do Presidente Xi Jinping, um grande apoio ao desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau e oportunidade de enriquecer na concretização do princípio «um País, dois sistemas», introduzindo mais motivação, espaço e oportunidades novas para o desenvolvimento a longo prazo de Macau.

O Governo da RAEM, sob liderança do Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, beneficiou, em conjunto com a população em geral, da oportunidade história, e mostrou-se empenhado em concretizar o Projecto Geral. No próximo passo, o governo irá focar-se nos seguintes trabalhos: 1. Aprender seriamente e aproveitar bem as políticas da construção da Zona de Cooperação Aprofundada, a fim de servir de alicerce para os próximos trabalhos; 2. Reforçar a promoção, apresentar activamente o conteúdo do Projecto Geral aos diversos sectores da sociedade, através de vários meios; 3. Cooperar com sinceridade, potenciar juntamente com a província de Guangdong, as próprias vantagens, unindo forças e criar uma conjuntura de “ganhos mútuos”; 4. Empenhar na execução, clarificar os projectos e competências dos serviços em causa, dedicando tempo a executar os diversos projectos, construindo e desenvolvendo bem a Zona de Cooperação Aprofundada.

Ao responder às questões colocadas pelos jornalistas, André Cheong apontou que, desde a criação do V Governo da RAEM, a promoção do desenvolvimento da diversificação adequada da economia é um dos pontos importantes da acção governativa. Ainda assim, será dada continuidade ao aperfeiçoamento das legislações e do ambiente comercial no âmbito da indústria de medicina tradicional chinesa, sector financeiro moderno, indústrias de altas e novas tecnologias, área de convenções e exposições, de cultura, do turismo e do desporto. Os quais incluem promover a produção de fármacos, produtos alimentares e de suplementos de medicina tradicional chinesa, onde após aprovação e registo em Macau, será permitido o uso das indicações «fabricado sob supervisão de Macau», «produzido sob supervisão de Macau» ou «design de Macau», o desenvolvimento das indústrias de circuitos integrados, dos componentes electrónicos, dos novos materiais, entre outros. Serão explorados ainda o mercado de obrigações, gestão financeira e locação financeira, dando início às actividades de liquidação transfronteiriça em renminbis, assim como focar no desenvolvimento de passeios turísticos, convenções e exposições, e de eventos desportivos.

O mesmo responsável apontou ainda que, nos últimos anos, o Governo da RAEM tem vindo a apoiar os jovens de Macau a deslocarem-se à Zona de Cooperação em Hengqin para incentivar o empreendedorismo, assim como continuar a fornecer condições favoráveis de emprego e de vida. O governo irá estudar e lançar políticas de apoio ao desenvolvimento dos jovens na Zona de Cooperação, permitindo que os jovens de Macau em Hengqin possam beneficiar das políticas de apoio das duas regiões, proporcionando mais escolhas de emprego e mais espaços para potenciar o seu desempenho.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar