Inauguração da Exposição "Desenhos da Renascença Italiana do British Museum” do Museu de Arte de Macau manifesta espírito humanístico

Inauguração da Exposição "Desenhos da Renascença Italiana do British Museum” do Museu de Arte de Macau

A exposição "Desenhos da Renascença Italiana do British Museum ", organizada pelo Museu de Arte de Macau do Instituto Cultural e pelo Bristish Museum, com o apoio do Museu de Suzhou e da Faculdade de Indústrias Criativas da Universidade de São José de Macau, foi inaugurada no terceiro andar do Museu de Arte de Macau, no dia 11 de Abril (quinta-feira), pelas 18:30 horas.

A cerimónia de inauguração foi oficiada pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, Alexis Tam Chon Weng; pelo Vice-Director do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Xue Xiaofeng; pela Comissária em exercício do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Wang Dong; pela Presidente do Instituto Cultural do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, Mok Ian Ian; pela Directora da Direcção dos Serviços de Turismo do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes; pelo Chefe do Departamento da Ásia do Bristish Museum, Jane Portal; pelo Presidente de British Council, Jeff Streeter; pelo Vice-Reitor da Universidade de São José (Macau), Álvaro Barbosa e pelo Secretário-Geral da Cáritas Macau, Paul Pun Chi Meng.

Dividida em 6 secções: A Figura Humana, O Movimento, A Luz, Os Trajes e Panejamentos, O Mundo Natural e As Narrativas, a exposição apresenta 52 desenhos de 42 artistas do período renascentista italiano dos séculos XV a XVI, mostrando a evolução e inovação que caracterizam a arte da Renascença. Em destaque na exposição estão trabalhos de Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafael, colectivamente conhecidos como “Os Três Grandes”; de Ghirlandaio, o professor de Michelangelo; de Correggio, que influenciou muito o estilo de muitos artistas Barrocos e do Rococó subsequentes; e Tiziano, artista representativo da escola veneziana. Todos os desenhos são exibidos em Macau pela primeira vez.

Um espírito humanista permeia toda a arte da Renascença, levando os artistas a desenvolver as regras da perspectiva para expressar fielmente a profundidade do espaço, utilizando a técnica do chiaroscuro para dar volume e tridimensionalidade aos objectos que estão a ser retratados. O desenho como a pedra angular da arte renascentista italiana exige muito tempo dos artistas, para não mencionar repetidas tentativas e erros durante o processo criativo, até a obra ser finalmente aperfeiçoada. O facto destes desenhos terem resistido ao teste do tempo é um claro testemunho de seu valor artístico e estético duradouro. É também por isso que as audiências modernas são capazes de captar um raro vislumbre do processo criativo dos pintores italianos no período da Renascença.

A fim de permitir ao público compreender a arte renascentista a partir de múltiplas perspectivas, um vasto programa público que inclui visitas guiadas com os curadores, visitas práticas à secção de impressão 3D da exposição, workshops de desenhos, cursos e actividades especiais para crianças, para deficientes visuais foram cuidadosamente elaborados pelo Museu de Macau de arte, no âmbito desta exposição. Sarah Vowles, a curadora da exposição do British Museum, irá conduzir uma palestra e visita guiada no dia 13 de Abril (Sábado). Para mais informações os sobre a inscrição das actividades, é favor aceder à página electrónica do MAM.

A exposição “Desenhos da Renascença Italiana do British Museum” está patente até 30 de Junho, sendo a entrada livre. O MAM, sito na Av. Xian Xing Hai, no NAPE, em Macau, está aberto diariamente (incluindo os dias feriados) entre as 10:00 e as 19:00 horas (última admissão às 18:30 horas), encerrando à Segunda-feira. Para mais informações, é favor aceder à página electrónica www.MAM.gov.mo, ou ligar para o telefone n.º 8791 9814, durante o horário de expediente.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar