Número de visitantes diários de Macau permanece estável tendo registado novamente ontem (dia 12) 30 mil entradas

Número de visitantes continua a recuperar a estabilidade (Foto de arquivo)

Com a estabilidade da pandemia em Macau, aliada ao efeito gradual das promoções, o número de visitantes continua a manter-se estável, tendo registado ontem (dia 12) a entrada de 30.105 visitantes, o que representou o dia com maior número de visitantes em Novembro.

Na semana passada (de 5 a 11 de Novembro), o número de visitantes que chegaram de Macau registou um total de 178.030, com a média diária de visitantes a atingir os 25.433, representando um aumento de 139,4%, em comparação com a média diária de visitantes em Outubro (10.622). Embora entre Setembro e o início deste mês o fluxo do número de visitantes de Macau tenha sido afectado pela pandemia, assim que as medidas de controlo de passagens transfronteiriças foram relaxadas, a par com o apoio das divulgações e promoções da DST, o número de visitantes recuperou num curto período de tempo. Ontem (dia 12), Macau registou 30.105 entradas, tendo sido o dia com maior número de visitantes registado em Novembro.

Entre meados de Novembro e Dezembro, serão realizados, sucessivamente, vários eventos festivos em Macau, incluindo, na próxima semana, o Grande Prémio de Macau e o Festival de Gastronomia de Macau, bem como, em Dezembro, o Festival de Luz de Macau, a “Gala de Drones Brilha sobre Macau”, entre outros. A DST continua a promover os vários eventos aos residentes do Interior da China através do WeChat, Weibo, Xiaohongshu e Douyin, ao mesmo tempo que prossegue com a divulgação da mensagem de Macau como uma cidade segura e apropriada para visitar, e está a levar a cabo os trabalhos preparativos para o evento presencial da “Semana de Macau”, na expectativa de atrair mais visitantes a vir a Macau e despender na cidade, para dinamizar a economia dos bairros comunitários e a recuperação da indústria do turismo.

Ver galeria

Anexos



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar