O título “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” foi conferido à Casa do Mandarim Cerimónia de abertura

O título “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” foi conferido à Casa do Mandarim Cerimónia de abertura

O Instituto do Património Mundial para a Formação e Pesquisa na Região da Ásia-Pacífico (Suzhou) sob os auspícios da UNESCO conferiu, no final do ano passado, o título “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” à Casa do Mandarim, sob a égide do Instituto Cultural (IC), galardoando o trabalho desenvolvido pelo IC no âmbito da educação e promoção do conhecimento sobre o património mundial junto dos jovens de Macau.

Por iniciativa do IC, a cerimónia de abertura respeitante à nova “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” foi realizada hoje (6 de Abril, pelas 15:00h, na Casa do Mandarim, sendo liderada pela Presidente do Instituto Cultural, Mok Ian Ian; pelo Assistente do Departamento de Propaganda e Cultura do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Diao Peng. Estiveram também presentes nesta cerimónia a Vice-Presidente do IC, Leong Wai Man; e o Chefe do Departamento do Património Cultural, Choi Kin Long, assim como os formandos do Projecto Porta-voz do Programa Embaixadores Culturais, que , conjuntamente, assistiram a este importante evento. sO programa deste evento, contou ainda com a apresentação de histórias e contos alusivos à Casa do Mandarim, que foram apresentados pelos pequenos guias do Património Cultural de Macau, diante dos convidados presentes, incluindo ainda actuações efectuadas pelos alunos da Escola de Música do Conservatório de Macau.

O conceito de “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” foi lançado pelo Instituto do Património Mundial para a Formação e Pesquisa na Região da Ásia-Pacífico (Suzhou) sob os Auspícios da UNESCO, com o objectivo de incentivar as escolas, instituições e as entidades de gestão do património a integrarem a educação dos jovens sobre o Património Mundial nos seus trabalhos diários. Desde a conclusão dos trabalhos de restauro na Casa do Mandarim e a sua consequente abertura ao público, no início de 2010, que o IC tem continuado a promover o desenvolvimento dos conhecimento dos jovens de Macau sobre o Património Mundial, através da realização de várias de actividades destinadas a atrair a participação dos jovens. Nos últimos três anos foram realizadas mais de 90 visitas guiadas à Casa do Mandarim, contando com a participação de mais de 4000 estudantes do ensino primário e secundário de Macau, sendo de referir que foram também já cumpridos três anos consecutivos do “Programa de Formação de Pequenos Guias do Património Cultural de Macau” e dois anos consecutivos do “Programa de Formação Prática de Pequenos Guias do Património Cultural de Macau”, respectivamente. Estes programas permitiram formar mais de 80 jovens que, depois de serem dotados com conhecimentos sobre o património mundial e técnicas para a realização de visitas guiadas, prestaram já serviços de guia do Património Mundial a mais de 2000 residentes e turistas.

A confirmação do título “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial” representa também um importante reconhecimento sobre os esforços que têm vindo a ser desenvolvidos pelo Instituto Cultural em prol da educação do património mundial para jovens. No futuro, o IC irá continuar a usar a Casa do Mandarim como uma base para a realização de cada vez mais actividades de formação e promoção direccionadas especialmente para os jovens, de forma a garantir que a Casa do Mandarim possa cumprir a sua missão e função plena como “Base de Educação para Jovens sobre o Património Mundial”.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar